Eternit - telhas.jpg

A Eternit – empresa do segmento de coberturas, louças e metais sanitários– aprovou o aumento de capital social de até R$ 5,6 milhões para a subscrição de 2,3 milhões novas ações ao preço de unitário de R$ 2,43.

A companhia é conhecida por ter os bilionários Luiz Barsi Filho e Lírio Albino Parisotto entre seus principais acionistas –  8,16% e 6,7% das ações, respectivamente. 

Com a decisão da empresa, os credores poderão fazer a capitalização de créditos contra a Eternit. A intenção da companhia é cumprir o plano de recuperação judicial e liquidar parte dos créditos trabalhistas, convertendo-os em novas ações.

Aos acionistas é assegurado o direito de preferência na subscrição dos novos ativos.

  • Exercer seu direito de preferência e comprar novas ações na subscrição
  • Não participar da subscrição e ter sua participação na empresa diluídaEternit - subscrição quadro.png

Caso opte por não participar da operação, os atuais acionistas terão sua participação diluída em até 7,2%.

De acordo com o comunicado da empresa, “o aumento de capital é “um dos meios de recuperação judicial para a superação da crise econômico-financeira por que passa atualmente o Grupo Eternit”.

Anúncios

Deixe uma resposta