Substituição na Carteira KB

Com a divulgação dos resultados trimestrais das empresas de programa de fidelidade, faremos uma substituição na Carteira KB: sai Smiles Fidelidade e entra Multiplus

A temporada de divulgação dos resultados do terceiro trimestre das companhias começou e nesta semana avaliamos a Smiles Fidelidade (SMLS3) e seu par na Bolsa –- a Multiplus (MPLU3). Considerando a melhor relação risco/potencial de retorno, decidimos trocar  SMLS3 por MPLU3 na Carteira KB

O lucro foi um dos itens que levamos em consideração para fazer essa mudança.  Nos três primeiros trimestres do ano, o lucro bruto e o lucro antes do resultado fiscal da Smiles foi quase 12% maior do que da Multiplus.

mplu3 x smls3 resultados.png

Entretanto, enquanto o valor de mercado da Smiles atinge quase R$ 10 bilhões, o da Multiplus é inferior a R$ 6 bilhões.

mplu3 x smls3 valor de mercado.png

Podemos afirmar que o preço atual da Smiles Fidelidade embute uma previsão de crescimento dos lucros superior ao do seu par na Bolsa. Acreditamos que essa expectativa se justifique por conta da aquisição da subsidiária Smiles Viagens e Turismo. Contudo, a nova firma ainda depende de licenças e autorizações do Ministério do Turismo para começar a operar.

O  pagamento de proventos nos últimos doze meses das empresas foi mais um dos critérios considerados pelo KB. Nesse quesito, a Multiplus vence a Smiles Fidelidade com folga. Enquanto a primeira pagou 8,6% do preço atual a título de dividendos e Juros sobre Capital Próprio, a Smiles distribuiu apenas 5,6%.

mplu3 x smls3 dividendos.png

A Multiplus ainda vence de lavada em outro item:  caixa e aplicações financeiras. São quase R$ 2 bilhões em disponibilidades para a companhia, ao passo que a concorrente detém menos de R$ 400 milhões.

mplu3 x smls3 caixa.png

Desde o início do ano na Carteira KB, os papéis da Smiles Fidelidade valorizaram 74,4% – desconsiderando o pagamento de dividendos. Continuamos acreditando no potencial da companhia, que segue sendo uma das empresas mais lucrativas da bolsa, mas, conforme a estratégia de investimento do KB de escolher apenas uma ação por setor, optamos pela substituição. 

Anúncios

Carteira KB – Outubro de 2017

A Carteira KB venceu, pela décima vez consecutiva, o Ibovespa e garantiu um rendimento no ano de 82,6% contra 23,4% do índice

carteira kb x ibovespa - outubro 2017

As ações da Carteira KB lucraram 4,13% em outubro, enquanto as do Ibovespa ficaram em 0,02%.  Com o resultado atingimos um rendimento no ano de 82,6% – quase quatro vezes maior que o índice.  

A alta foi puxada pelo crescimento da maioria dos nossos ativos. Entre eles, o da Smiles. A empresa teve uma valorização de 6,2%, considerando o pagamento de proventos no valor de R$ 0,074 por ação a título de Juros sobre Capital Próprio, como dissemos no balanço de setembro da Carteira KB.

Outro ativo que distribuiu dividendos em outubro foi a Itaúsa, que teve um recuo de 3,8% no mês. A companhia pagou R$ 0,015. Quando alguma ação paga dividendos, a estratégia da Carteira KB é reinvestir o valor recebido na própria empresa.

carteira kb detalhada - outubro 2017

Acontece na Carteira KB

A Ferbasa – produtora de ferrocromo e ferrosilício – valorizou 11,7% em outubro. No ano, os papéis da empresa lucraram 117,78%, desconsiderando o pagamento de dividendos. 

Parte dessa valorização pode ser atribuída ao anúncio do avanço nas negociações para adquirir um parque de geração de energia eólica. A possível compra dessas centrais faz parte das ações desenvolvidas pela empresa para aumentar a produtividade – é o que contou o gerente de Relações com Investidores da companhia, Carlos Henrique Temporal, em entrevista realizada pelo KB Investimentos.

Se você é acionista da Smiles, fique atento! As ações ordinárias que antes utilizavam o código SMLE3 foram substituídas pelos ativos da Smiles Fidelidade e passaram a ser identificadas como SMLS3.

A Itaúsa ampliou o limite para o programa de recompra de ações. A nova autorização permite à Diretoria comprar até 103 milhões de ações ordinárias (ITSA3) e até 50 milhões de ações preferenciais (ITSA4). O programa se estende até 2 de fevereiro de 2019.

A Qualicorp comunicou que suas subsidiárias – Qualicorp Administradora e a Qualicorp Corretora – exerceram opção de compra de 25% das ações da Aliança Administradora de Benefícios de Saúde e da GA Corretora de Seguros, Consultoria, Administração e Serviços pelo valor de R$272 milhões. Como já detinham os outros 75% dessas companhias, as subsidiárias Qualicorp Administradora e a Qualicorp Corretora passaram a ter 100% do capital social da Aliança Administradora e GA Corretora, respectivamente.

Apenas duas empresas da Carteira KB já informaram seus resultados do terceiro trimestre. A Grazziotin é uma delas. A companhia do setor de vestuário apresentou melhora expressiva no lucro bruto e EBITDA, mas, por conta da queda do lucro financeiro em função da redução da taxa de juros, teve apenas um leve aumento no lucro líquido.

No caso da Grendene, o mesmo padrão se repetiu. Contudo, nesse caso, a queda do lucro financeiro ofuscou a melhora operacional e provocou uma leve queda no lucro líquido. A empresa anunciou que distribuirá R$ 0,24 por ação no dia 22 de novembro a título de dividendos referentes a este resultado.

Veja como está a Carteira KB para o mês de novembro:

carteira kb - outubro 2017

Você quer saber como foram os desempenhos nos meses anteriores?

Acesse os balanços abaixo:

Carteira KB – Janeiro de 2017

Carteira KB – Fevereiro de 2017

Carteira KB – Março de 2017 

Carteira KB – Abril de 2017

Carteira KB – Maio de 2017

Carteira KB – Junho de 2017

Carteira KB – Julho de 2017

Carteira KB – Agosto de 2017

Carteira KB – Setembro de 2017

Carteira KB – Setembro de 2017

Pelo nono mês seguido, a Carteira KB venceu o Ibovespa e alcançou um rendimento de 75,3% no ano contra apenas 23,4% do índice

Carteira KB x Ibov - set-17.png

Nove meses de Carteira KB e nove meses consecutivos batendo o Ibovespa. Em setembro, as nossas ações tiveram uma valorização de 7,6% e o índice apenas de 4,9%. No acumulado do ano, conquistamos 75,3% de rendimento – mais que o triplo que o Ibovespa –, considerando o reinvestimento dos dividendos recebidos.

As ações da Smiles puxaram essa alta com 15,8% de crescimento. Se você é acionista da empresa, ainda tem mais motivos para comemorar. A companhia anunciou que distribuirá o valor bruto de R$ 0,074 por ação a título de Juros sobre Capital Próprio no próximo mês.

Os ativos da Unipar, CSU Cardsytem, Qualicorp e Grazziotin não ficaram atrás e nos garantiram bons rendimentos com 15,4%, 11,5%, 9,8% e 8%, respectivamente. A Qualicorp ainda pagou dividendos de R$ 0,35 por ação, impulsionando os nossos resultados.

Até o dia 9, a Taesa registrou alta de 2,2%. Neste dia, a trocamos pela PetroRio, que teve um pequena queda de 0,8% até o fim do mês. Somando-se os resultados das duas empresas chegamos aos 1,4% mostrados no gráfico.

Carteira detalhada - set-17.png

A Melhor Carteira de Ações do Brasil

Na semana passada, muito se comentou sobre a carteira mais lucrativa do Brasil. De acordo com um levantamento feito pela revista Exame, as ações indicadas pela corretora Rico teriam os melhores resultados até agosto, com 42%.

A Empiricus, no entanto, contestou. O portfólio deles gerou um retorno 11 pontos percentuais superior ao da Rico.

Nem um e nem outro. A primeira colocada até agosto foi a Carteira KB, que atingiu 62,9% de valorização.

Acontece na Carteira KB

A CSU Cardsystem anunciou a entrada da ação nos índices SMLL – índice de ações de empresas de menor valor de mercado – e IDIV – índice de ações de empresas que mais distribuem resultados. Segundo a companhia, “a presença em índices, como o SMLL e o IDIV, potencializa a visibilidade da CSU no mercado de capitais brasileiro, possibilitando, inclusive, a entrada de um maior número de fundos de investimento, viabilizando também a geração de negócios indiretos via ETFs (Exchange Traded Funds) para a ação”.

A EZTEC comunicou a venda da Torre B do empreendimento EZ Towers, o maior já construído pela companhia, pelo preço de R$ 650 milhões. Além disso, a companhia pagou R$ 1,09 por ação a título de dividendos, conforme anunciado em abril.

A Ferbasa pagou Juros sobre Capital Próprio de R$ 0,235 para cada ação preferencial. A companhia anunciou ainda que foi definido o preço do FeCrAC (Ferro Cromo Alto Carbono) – principal produto vendido pela empresa. O valor de US$ 139/lb.Cr significa um aumento de 26% em relação ao terceiro trimestre de 2017.

A Itaúsa comunicou a conclusão da compra de 27,1% do capital da Alpargatas, assumindo assim seu controle acionário. Por causa disso, a holding deverá realizar oferta pública para aquisição das ações ordinárias dos demais acionistas da Alpargatas, assegurando o pagamento de 80% do valor ofertado para os vendedores do controle.

Veja como está a atual Carteira KB:

Carteira KB - set-17.png

Você quer saber como foram os desempenhos nos meses anteriores?

Acesse os balanços abaixo:

 Carteira KB – Janeiro de 2017

Carteira KB – Fevereiro de 2017

Carteira KB – Março de 2017 

Carteira KB – Abril de 2017

Carteira KB – Maio de 2017

Carteira KB – Junho de 2017

Carteira KB – Julho de 2017

Carteira KB – Agosto de 2017

Nova ação na Carteira KB

Com o fim da temporada de divulgação dos balanços do segundo trimestre, uma substituição será feita na Carteira KB: sai Taesa (TAEE11) e entra PetroRio (PRIO3)

A PetroRio produz 8,1 mil barris de óleo por dia no Brasil – sendo a quinta maior fabricante do país. Suas principais fontes de receita são provenientes do campo de Polvo, na Bacia de Campos (RJ), e do campo de Manati, na Bacia do Camamu (BA), adquirido em março deste ano. Além disso, a empresa também é dona dos campos de gás FZA-M-539 e FZA-M-254, em Pirapema, na Foz do Amazonas, e possui 10% de Camarão Norte, ao sul de Manati.

PetroRio campos.png

No entanto, a exploração do campo de Polvo foi responsável por 84% da receita líquida da empresa no segundo trimestre deste ano.

PetroRio receita líquida.png

Campo de Polvo

A PetroRio começou a explorar o campo de Polvo em 2014, quando fez a aquisição de 60% do contrato de concessão pertencentes a BP Energy do Brasil Ltda. No ano seguinte, a empresa passou a ser operadora exclusiva da área ao adquirir os 40% restantes da Maersk Energia Ltda.

Desde então, a companhia tem investido na extensão da vida útil do campo – o que possibilitou quintuplicar a expectativa de produção:

PetroRio estimativas

Os investimentos não param por aí. A PetroRio planeja perfurar novos poços no campo de Polvo. Segundo relatório da consultoria DeGolyer and MacNAughton, é possível que a capacidade total alcance até 21 milhões de barris.

PetroRio reservas.png

Brent x Lifting Cost

A questão central do modelo de negócios da PetroRio é a relação entre o preço do brent (petróleo do mercado internacional) e o lifting cost (custo de extração). Enquanto o preço do petróleo em dólares é exógeno (não depende da companhia), o custo de extração está diretamente ligado à eficiência operacional da PetroRio. Nesse sentido, a empresa tem tomado medidas visando a redução do custo – como corte de cerca de 70% das despesas gerais e administrativas – e, consequentemente, aumento da margem de lucro.

PetroRio brent x custos.png

Campo de Manati

A PetroRio fez um contrato de take or pay – que prevê a venda do gás extraído a um preço fixo, em reais, reajustado anualmente pela inflação – com a Petrobrás. O acordo é referente a Manati, terceiro maior campo produtor de gás natural do Brasil. O negócio rende à PetroRio um fluxo de caixa estável e previsível com uma ótima margem EBITDA em torno de 70%.

Aquisições

A PetroRio é um caso singular na bolsa: o caixa da companhia é maior do que seu valor de mercado! Com o plano de desinvestimentos anunciado pela Petrobrás, a empresa é candidata natural a adquirir ativos a fim de aumentar sua produção.
Segundo o diretor Financeiro e de Relações com Investidores da PetroRio, Blener Mayhew, “todo o caixa está 100% disponível para aquisições”. “Independente de trazermos ou não parceiros, temos condições de adquirir novos ativos”, disse em resposta à consulta da B3/CVM.

Novos campos

PetroRio novos camposDe acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), a Bacia da Foz do Amazonas é uma bacia de nova fronteira com potencial para descobertas de gás e óleo leve.

A PetroRio é dona de dois poços na região, sendo que o campo Pirapema já possui dois poços perfurados e aparenta ter alto potencial para a produção de gás.

O campo Camarão Norte, por sua vez, pode apresentar economias de escala em função da proximidade ao campo Manati.

Preço do petróleo

A PetroRio mostrou durante uma apresentação institucional que as consultorias Wood Mackenzie e a Bloomberg sinalizam para uma alta do preço do brent nos próximos anos.

Entretanto, o valor dessa commodity é altamente imprevisível. Quem diria que o brent cairia de mais de US$ 100/ barril em meados de 2014 para menos de US$ 30/ barril em janeiro de 2016?

Por conta disso, a receita da PetroRio tende a ser mais volátil do que a de outras indústrias.

PetroRio estimativa brent

PetroRio X Taesa

A Taesa possui contratos duradouros de transmissão de energia elétrica com fluxo de caixa estável. No entanto, neste ano, ela deve apresentar lucro líquido menor por conta do recuo dos índices de inflação – IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) e IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado) –, o que impacta diretamente a conta Correção Monetária do Ativo Financeiro da demonstração de resultado da empresa.

Já no primeiro semestre de 2018, três das principais concessões da companhia sofrerão redução de 50% da RAP (Receita Anual Permitida), afetando substancialmente a receita líquida da empresa.

Taesa RAP das concessões

Apesar das qualidades de previsibilidade de fluxo de caixa e da alta margem de lucro da Taesa, optamos por substituí-la.

Para nós, a PetroRio possui maior potencial de valorização. 

Com isso, essa passa a ser a nova Carteira KB:

Carteira KB 8-set-2017.png

Carteira KB – Agosto de 2017

Pela oitava vez seguida, a Carteira KB rendeu mais que o Ibovespa; no ano, nossas ações lucraram 62,9% – entre valorização e dividendos –, enquanto o índice apenas 17,6% 

Carteira KB x Ibov - ago-17.png

Os resultados da Carteira KB estão cada vez melhores. Neste mês, a valorização foi de 12% contra apenas 7,5% do Ibovespa. Os R$ 100 mil investidos no primeiro dia do ano na Carteira KB valem hoje R$ 162.861,70. Nesse período, quem tivesse aplicado o mesmo valor no Ibovespa teria  R$ 117.613,36. São lucros de encher os olhos, ou melhor, o bolso.

Boa parte dessa valorização no mês se deve aos excelentes dividendos pagos pela Unipar, que, somando proventos e valorização da ação, nos rendeu 50,4% no período. A divulgação de um balanço favorável do segundo trimestre de 2017 e o fim da novela da OPA (Oferta Pública de Ação), com a rejeição da proposta de R$ 2,50 por ação UNIP6 oferecida pelo controlador, tornou possível a nova onda de valorização do papel.

Os resultados da Carteira KB ainda contaram com o bom desempenho da Ferbasa. A única produtora de ferrocromo das Américas teve uma valorização de 23%. O alto preço das ligas no mercado internacional e o aumento da produção das montadoras, que indica a recuperação do setor, são motivos potenciais para novas valorizações das ações da companhia.

A EZTec, Itaúsa e CSU Cardsystem vêm na sequência, com crescimento de 13,8%, 10,9% e 9,6%, respectivamente. 

A única ação que teve um resultado negativo foi a Taesa, com 2,4%.  A empresa responsável por 11 mil quilômetros de linhas de transmissão de energia elétrica viu seu lucro do segundo trimestre despencar devido ao menor IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) e IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), se comparado ao mesmo período do ano passado. Por causa disso, a conta “Correção Monetária do Ativo Financeiro de Concessão”, que ficou em R$ 84 milhões positivos entre abril e junho de 2016, terminou com valor negativo de R$ 87 milhões no mesmo período desse ano.

Carteira detalhada - ago-17

Dividendos

Quatros ações pagaram dividendos neste mês: Taesa, Itaúsa, Grendene e Unipar. As três primeiras distribuíram proventos trimestrais equivalentes a pouco mais de 0,5% do valor das ações.

A Unipar, por sua vez, quitou a primeira parcela dos dividendos extraordinários anunciados em julho. Cada ação UNIP6 recebeu R$ 3,355 em 8 de agosto. A segunda parcela, de R$ 1,1727, deverá ser paga em 20 de dezembro desse ano. Além disso, a empresa distribuiu dividendos complementares de R$ 0,0345 por ação.

Conforme temos feito mensalmente, todos os dividendos recebidos foram utilizados para comprar ações das mesmas empresas.

 Veja como está a atual Carteira KB:

Carteira KB - ago-17.png

Você quer saber como foram os desempenhos nos meses anteriores?

Acesse os balanços abaixo:

Carteira KB – Janeiro de 2017

Carteira KB – Fevereiro de 2017

Carteira KB – Março de 2017 

Carteira KB – Abril de 2017

Carteira KB – Maio de 2017

Carteira KB – Junho de 2017

Carteira KB – Julho de 2017

Para este mês, planejamos fazer algumas alterações na Carteira KB.

Carteira KB – Julho de 2017

Os resultados de julho garantiram a sétima vitória consecutiva à Carteira KB contra o Ibovespa e um rendimento no ano de 45,4% contra apenas 9,5% do índice

carteira kb x ibovespa - julho 2017.png

O segundo semestre começou com bons resultados para a Carteira KB. Com uma valorização de 5,3% contra 4,8% no mês de julho, abrimos ainda mais a diferença em relação ao Ibovespa no acumulado do ano. Enquanto as nossas ações somam um ganho de 45,4%, o índice tem 9,5%.

Grande parte desse rendimento é resultado do bom desempenho da Qualicorp, Ferbasa e EZTec que tiveram uma valorização de 14,3%, 11,2%  e 10,3%, respectivamente.

As únicas ações que se desvalorizaram no período foram Unipar, com perda de 8,7% de seu valor, e CardSystem, com 0,2%.

carteira kb detalhada - julho 2017.png

O caso Unipar

O mês de julho foi agitado para a empresa fabricante de soda, cloro e derivados. Vimos a tentativa frustrada de OPA para o cancelamento de registro de companhia aberta e o anúncio de distribuição extraordinária de dividendos.

O resultado da Carteira KB foi diretamente impactado por esses eventos. O frisson causado pelas notícias da OPA, a união dos acionistas minoritários contra a proposta do controlador e a exposição dos principais indicadores da companhia na mídia destravaram o preço das ações, levando a uma forte valorização.

Ao mesmo tempo, as ações ficaram “ex” – sem direito a dividendos –, mas o pagamento somente será efetuado em agosto e dezembro. Portanto, o valor investido em Unipar em nossa carteira diminuiu, mas, se considerarmos os proventos que adquirimos direito a receber no mês, tivemos um ganho de quase 50%! 

O rendimento dos dividendos da Unipar serão contabilizados na Carteira KB nos meses em que forem pagos pela companhia.

 Veja como está a atual Carteira KB:

carteira kb - julho 2017.png

 Você quer saber como foram os desempenhos nos meses anteriores?

 Acesse os balanços abaixo:

Carteira KB – Janeiro de 2017

Carteira KB – Fevereiro de 2017

Carteira KB – Março de 2017 

Carteira KB – Abril de 2017

Carteira KB – Maio de 2017

Carteira KB – Junho de 2017

Carteira KB – Junho de 2017

Ficamos à frente do Ibovespa pelo sexto mês consecutivo e garantimos um rendimento no ano de 38% contra apenas 4,4% do índice

Carteira KB x Ibov - jun-17.png

A Carteira KB superou – durante o primeiro semestre inteiro – o Ibovespa. Em junho, foi por pouco: garantimos uma valorização de 0,4% contra 0,3% do índice. O resultado foi acirrado neste período marcado pelas incertezas sobre a aprovação de medidas importantes, como as reformas trabalhista e previdenciária e a permanência de Michel Temer na presidência.

No entanto, a diferença de resultados entre a Carteira KB e o Ibovespa no acumulado do ano é grande: os nossos ativos somam um ganho de 38% e o índice de apenas 4,4%.

A Grazziotin foi o grande destaque do mês. A empresa do setor de vestuário da região sul do Brasil registrou uma valorização de 10,9%. Logo atrás empatadas, vêm as ações da Unipar Carbocloro e da Qualicorp com 2,4% de rendimento no período.

Os outros ativos da Carteira KB apresentaram pequenas quedas. Lideradas pela Smiles – com  recuo de 4,2% –, as ações da Taesa, Ferbasa e Grendene vieram na sequência, com perda de 2,9%, 2,6% e 2,5%, respectivamente.

A Itaúsa foi a única ação da Carteira KB que continuou sendo negociada ao mesmo preço – R$ 8,63.

Carteira KB detalhe - jun-17.png

Balanceamento

balanceamento

Neste segundo trimestre, algumas ações tiveram grande destaque e passaram a ter um peso maior na Carteira KB, como a Unipar Carbocloro e a Qualicorp. O que nos levou a fazer o balanceamento dos ativos para que a Carteira KB não fique dependente do desempenho específico de um determinado papel.

Para diminuir esse impacto, vendemos as ações das companhias com maiores altas e compramos os ativos que menos valorizaram-se. A nossa meta é voltar a situação do início do ano e ter todos os ativos com o mesmo peso na Carteira KB. Sendo assim, começaremos o segundo semestre com R$13.802,26 de cada companhia.

Balanceamento feito, esta é a Carteira KB atualizada:

Carteira KB - jun-17.png

Você pode conferir os fechamentos mensais anteriores abaixo:

Carteira KB – Janeiro de 2017

Carteira KB – Fevereiro de 2017

Carteira KB – Março de 2017 

Carteira KB – Abril de 2017

Carteira KB – Maio de 2017