tempestade perfeita

O lucro líquido da Unipar (UNIP6) no segundo trimestre foi de quase zero. De acordo com o balanço divulgado, a queda foi de 99,4% em relação ao mesmo período do ano passado – de R$ 70,75 milhões para apenas R$ 416 mil. A tempestade perfeita contou com:

  • queda de 46,1% no preço médio da soda cáustica;
  • redução de 7,2% no preço médio do PVC;
  • diminuição de R$ 74 milhões na receita gerada pela queda na produção de PVC na planta de Santo André (SP) devido ao ramp up da centralização/ modernização e parada programada para manutenção;
  • aumento dos preços dos insumos e matérias-primas;
  • crescimento de 50,5% nas despesas gerais e administrativas consolidadas por conta da reclassificação de custos alocados no CPV (Custo dos Produtos Vendidos) para despesas gerais e administrativas na Unipar Indupa no montante de R$ 24 milhões.

Se 2018 foi perfeito para a Unipar, com preços dos insumos controlados, valores da soda e do PVC altos e lucros recordes, neste ano o cenário se inverteu. A margem bruta da companhia derreteu por conta dos menores preços dos seus dois principais produtos (soda e PVC) –  que respondem a 84% da receita líquida e da alta do custo das matérias-primas e insumos.

Unipar - margem bruta - 2T19.PNG

A queda na margem bruta – na prática – foi ainda maior porque uma parte dos custos que era considerada de produtos vendidos e impactava o lucro bruto foi reclassificada como despesas gerais e administrativas.

No lado positivo, podemos destacar a contínua queda na dívida líquida somada à dívida com terceiros da companhia. Em um ano, o número passou de R$ 988,7 milhões para R$ 703,6 milhões.

Unipar - dívida - 2T19.PNG

Comprar ou vender?

Com a provável queda no preço das ações após o resultado, é hora de vender ou será uma oportunidade de compra a bons preços?

A Unipar continua sendo uma empresa de balanço sólido, com dívida em queda e em um setor com baixa concorrência. Mas, como os preços de seus produtos e insumos dependem do mercado internacional, seus resultados também dependem. Se o horizonte de tempo é curto, provavelmente os papéis da empresa não devem ser a melhor escolha.

Já a tesouraria da Unipar, que tem uma visão de longo prazo, segue com seu programa de recompra de ações. No mês de julho, foram 35.400 ordinárias e 298.600 preferenciais retiradas do mercado.

Unipar - recompra 1 - 2T19.PNG

Unipar - recompra 2 - 2T19

Confira aqui o resultado da empresa.

 

 

 

Anúncios

4 pensamentos

    1. Oi Luis,

      O preço dos produtos vendidos pela Unipar é cotado no mercado internacional.
      Neste último trimestre, os preços já caíram bruscamente em relação ao ano passado. É difícil saber se até onde pode cair ou se vão se recuperar. Mas é possível afirmar que já estão em níveis historicamente baixos.
      Se não houver eventos não recorrentes negativos e se os preços voltarem à média histórica, o lucro deve aumentar bastante.

      Abraço.

Deixe uma resposta