Profarma logo

A distribuidora e varejista de produtos farmacêuticos Profarma registrou uma margem líquida de apenas 0,1% da empresa no segundo trimestre de 2019.  Primeira a abrir a temporada de balanços, a companhia teve um lucro líquido de R$ 1,2 milhão –praticamente repetindo o resultado do mesmo período do ano anterior de R$ 1,5 milhão.

De acordo com o balanço, a receita líquida da Profarma aumentou 12,4%, atingindo R$ 1,134 bilhão entre abril e junho. O destaque ficou com sua divisão de distribuição, que apresentou alta de 18,9% no número, chegando a R$ 1,046 bilhão no período.

Profarma dívida

dívida líquida (dívida bruta menos disponibilidades) da Profarma saltou de R$ 375,5 milhões para R$ 448,5 milhões. O perfil piorou: a participação da dívida de curto prazo no total passou de 49% para 58%.

O pagamento de bônus de R$ 3,8 milhões aos executivos da Profarma – pouco mais de três vezes o lucro da empresa – é mais um item do resultado que merece atenção por parte dos investidores.

Anúncios

Deixe uma resposta