Conversamos com exclusividade com o diretor de Relações com Investidores da Cristal, Paulo Roberto Dantas Oliveira, para entender o mercado de atuação e saber quais são as perspectivas da empresa

Segunda maior produtora de dióxido de titânio do mundo, as ações da Cristal Pigmentos do Brasil valorizaram-se mais de 170% em 2017. Neste ano, os papéis tiveram uma alta de mais 50% e são negociados a cerca de R$22.

Millennium.Com unidades nos Estados Unidos, Inglaterra, China, França, Arábia Saudita e Austrália, a Cristal está no Brasil desde 1970 e conta com uma mina localizada na Paraíba, uma fábrica na Bahia e um escritório comercial em São Paulo para atender a América Latina.

A maior parte do lucro da Cristal é resultado da venda do dióxido de titânio – pigmento branco usado para dar cor, brilho e cobertura para diferentes produtos, como tintas, plásticos, papéis e borrachas. No entanto, a empresa ainda produz zirconita, cianita e rutilo.

Para entender o processo de fabricação, saber quem são os principais concorrentes e os potenciais da empresa, conversamos com exclusividade com o diretor de Relações com Investidores da Cristal, Paulo Roberto Dantas Oliveira.

Qual é a participação da Cristal no mercado de dióxido de titânio?

Precisamos pensar no mercado com e sem a China. Os chineses têm o maior volume de fabricação e são responsáveis por dois terços da produção mundial.

Do outro lado, temos as companhias americanas e europeias atuando nesse mercado. Olhando somente o tamanho das empresas individualmente, a Cristal Global é a segunda colocada e detém em torno de 12% do mercado mundial.

Como é determinado os preços dos produtos vendidos?

Os produtos, em geral, têm características de commodities [o preço do produto não depende do fabricante]. Por causa da relevância da China no comércio internacional, os preços são influenciados pelo mercado chinês.

Entretanto, para alguns tipos de tintas especiais as cores estão vinculadas à matéria-prima utilizada. Sendo assim, se você usa um produto da Cristal e por alguma razão muda de fabricante, provavelmente nunca terá o mesmo tom de azul usado no início. O produto funciona como um DNA da tinta e, portanto, para estes casos nem sempre o preço é o mecanismo decisório.

Tintas

A Cristal produz que tipo de tinta?

Existem duas rotas de produção. A chamada “rota cloro” – com pigmento mais finos – é utilizada para automóveis, fogões e geladeiras. Esses produtos demandam uma cobertura perfeita e compacta, com brilho à prova d’água. Por exemplo, um carro utiliza essas tintas especiais porque é importante manter a identidade visual do fabricante.

A “rota sulfato”, em termos de volume, é dominada pelos produtores chineses. Os mercados de construção civil e de plásticos são os principais compradores desse tipo de produto.

A maior parte (90%) dos produtos da Cristal usa cloro. Com exceção dos chineses, 80% dos produtores de tintas estão na “rota cloro”. Os chineses, por sua vez, utilizam o sulfato na fabricação, ou seja, focam no abastecimento do mercado de construção civil e de plástico.

Como o dólar e os preços internacionais podem impactar as receitas e as margens da Cristal?

Fortes variações nos preços internacionais dos nossos produtos ou do dólar são ruins porque o cliente fica com medo de comprar matéria-prima por um preço maior que o custo da revenda.

O ideal é a estabilidade para que o fabricante de tintas, plásticos e resinas possa planejar sua produção sem picos de custos nas compras. É importante ter um preço estável, pois fica mais fácil tratar as vendas no varejo.

Como o preço do minério de ferro afeta os custos da empresa?

A Cristal possui uma mina própria de ilmenita, que é um tipo de minério de ferro do qual se extrai o dióxido de titânio. Dessa forma, o processo produtivo da empresa é integrado verticalmente, o que possibilita uma menor dependência do preço do minério de ferro importado.

Anúncios

14 pensamentos

    1. Obrigado Emerson!

      Se você olhar exclusivamente os números excelentes da empresa, não está descontada apesar de todos esse aumento. Mas, como o Paulo Roberto diz na entrevista, o mercado chinês tem bastante influência nos preços dos produtos.
      Na minha opinião, vale a pena ter ações da empresa numa carteira diversificada, sem que ela seja uma posição majoritária.

      Abraço.

      Curtir

    1. Oi DM,

      Confesso que estou curioso para saber como essa guerra comercial EUA-China vai nos impactar.
      Como os produtos da Cristal são majoritariamente da rota cloro e, portanto, não sofrem concorrência direta com o mercado chinês, acho que o impacto tende a ser baixo.

      Abraço.

      Curtir

  1. Bom dia KB!

    Creio que vale a reflexão sobre possíveis desvantagens em adquirir CRPG3, CRPG5 e CRPG6, considerando que a empresa não integra qualquer dos segmentos de governança da B3 bem como a alienação de controle da empresa (conforme fato relevante datado de 21/02/2017), após a qual haverá uma OPA das ações ordinárias nos termos da Lei das S.A., ou seja, pagando aos portadores de ações ordinárias 80% do valor pago ao controlador. Mas e os portadores de ações preferenciais?

    Abraço.

    Curtir

    1. Oi FN,

      Bom ponto. Por não fazer parte dos segmentos de governança da bolsa os acionistas não devem receber a mesma proposta paga ao bloco controlador quando da alienação de controle.
      Caso seja a operação seja concluída, os acionistas minoritários portadores de ações ordinárias (representam menos de 1% do total das ordinárias) recebem oferta equivalente a 80% do valor pago ao controlador.
      Mas após a conclusão, a Cristal continua sendo uma companhia de capital aberto.
      Somente se o novo controlador decidir realizar uma OPA para fechar o capital, ele terá que oferecer uma proposta a todos os acionistas (preferenciais e ordinárias) da empresa.
      Caso a proposta desagrade os acionistas e não tenha êxito (como foi o caso da Unipar no ano passado), a Cristal segue sendo uma empresa de capital aberto.
      Na minha opinião, a alienação de controle por si só não é necessariamente um evento ruim para os acionistas preferencias. Pode, inclusive, ter impacto positivo para a empresa.

      Abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s