Você sabe de qual ativo é esse gráfico?

Unipar gráfico de preço 2

Pensou em alguma criptomoeda? Bitcoin ou Ethereum?

Se sim, errou!

O gráfico é da ação mais negociada da Unipar Carbocloro: UNIP6.

Desde o começo do ano passado até agora, a fabricante de soda, cloro e derivados apresentou uma valorização astronômica de 535,3%. Negociada em janeiro a R$ 6,85 quando foi escolhida para compor a Carteira KB, os papéis de UNIP6 valem hoje R$ 43,52.  O crescimento – no mesmo período –  pode ser comparado ao das criptomoedas.

Você deve estar se perguntando: quais fatores contribuíram para essa alta?

O KB listou alguns dos motivos que podem ter feito os papéis de UNIP6 tornarem-se tão atrativos aos investidores.

Governança

governança 3

O primeiro deles é a governança corporativa. Um dos problemas clássicos estudados nessa área é como a administração da companhia deve utilizar o caixa da empresa: investimentos na própria corporação, compra de novos negócios, pagamentos de dívidas ou distribuição aos acionistas por meio de proventos.

No caso da Unipar, essa questão sempre teve destaque.  Algumas decisões foram acertadas e outras nem tanto. Com dinheiro em caixa, a última compra feita pela empresa até 2016 havia sido a Tecsis. A aquisição dessa fabricante de pás eólicas se mostrou um péssimo negócio com prejuízos sendo registrados consecutivamente.

No entanto, a Unipar anunciou outras duas decisões que reverteram essa situação:

  • Vendeu por RS 1 a participação na Tecsis para a GI Eólica Participações e ainda pagou R$ 110 milhões à fabricante de pás para cobrir sua participação no passivo a descoberto da companhia. Com o negócio, encerrava-se esse capítulo da Unipar.
  • Fechou a compra da Indupa – segunda maior fabricante de PVC da América Latina – e hoje 44% da receita líquida da Unipar é proveniente da venda desse produto. Essa operação gerou sinergias, uma vez que o cloro produzido pela empresa é fundamentalmente destinado à produção de PVC.

Para se ter uma ideia de como a decisão foi acertada, no primeiro trimestre deste ano o lucro líquido da Unipar aumentou em R$ 48,9 milhões por conta de ajuste final de preço de aquisição da controlada Indupa.

Como foi necessário um financiamento para a compra da fabricante de PVC, a dívida da companhia aumentou em R$ 461 milhões, o que torna pouco provável a aquisição de novos negócios nos próximos anos, uma vez que a geração de caixa deve ser utilizada para quitar a operação. Dessa maneira, o risco de novas más aquisições foi mitigado.

OPA

sala de cinema Unipar.jpg

Em junho de 2017, a Unipar anunciou que pretendia fechar o capital da empresa. A proposta – considerada baixa na época – hoje soa irrisória: R$ 7,50 por ação. Caso a iniciativa obtivesse sucesso, os acionistas receberiam menos do que o valor de mercado da companhia que era de R$ 10,16.

A decisão seria tomada por meio de um leilão, onde os investidores precisariam se habilitar e, expressamente, manifestar-se contra a saída da Unipar da Bolsa ou definir um preço mais alto de venda. Como boa parte das ações era detida por minoritários – em geral menos atentos às notícias do mercado financeiro – o risco de sucesso no fechamento do capital da empresa era razoável.

Após uma grande mobilização entre os acionistas – a qual o KB participou – , a proposta da OPA foi rejeitada por ampla maioria. O risco de fechamento de capital foi afastado.

Fato curioso: na época, o KB Investimentos anunciou que se habilitaria para o leilão de fechamento de capital disposto a vender as ações UNIP6 por R$ 25 – mais do que o dobro do preço de mercado na época, mas pouco mais da metade do preço de hoje.

Transparência

transparência

A transparência é mais um dos fatores que chamaram a atenção dos investidores. Os relatórios da Unipar eram extremamente sucintos – três ou quatro páginas. O release de resultados trimestrais não tinha traziam nem mesmo as coisas básicas, como o balanço patrimonial! A última apresentação para analistas tinha sido em 2011.

A sensação era de que a Unipar não queria que os investidores conhecessem o negócio da companhia e quais eram os seus potenciais e seus riscos.

Hoje, percebemos um claro avanço nessa área com relatórios mais detalhados e apresentação institucional da empresa para investidores.

Situação atual

Unipar produção.png

O mundo vive hoje um ciclo de alta nos preços das commodities. Petróleo, minério de ferro e outros minerais são negociados próximos às máximas históricas.  Com os produtos vendidos pela Unipar não é diferente: nos últimos trimestres, os preços internacionais da soda cáustica dispararam 58% em um ano, enquanto que cloro e PVC também subiram.

A companhia passou a captar sinergias entre as plantas com a compra da Indupa. O cloro fabricado pela Carbocloro pode ser utilizado como matéria-prima na produção do PVC da empresa adquirida. Ao entrar no mercado de PVC, a Unipar abriu o leque de setores clientes dos seus produtos.

A amortização da dívida bruta da Unipar – ao que tudo indica – deverá ser cumprida sem grandes problemas. Considerando a dívida líquida somada ao débito com terceiros, relacionados com a aquisição da Indupa, a companhia deve R$ 811 milhões. O valor é inferior ao EBITDA consolidado da empresa nos últimos doze meses de R$ 845 milhões.

Resta saber como a companhia utilizará o caixa gerado uma vez que a dívida for quitada. Aumento de dividendos, nova aquisições ou outras opções? Voltaremos à questão da governança.

Anúncios

42 pensamentos

  1. Estou começando no mercado de ações há uns 2 meses e não tenho muita propriedade para afirmar nada, mas acho essa repentina valorização abrupta demais. Não parece ter o real lastro para justificar essa especulação toda. Até queria participar um pouco da festa, porém não sei se já está perto de encerrar…

    Curtir

    1. Oi Fábio,

      Em geral, valorizações desse nível costumam ser exageradas,
      No caso da Unipar, o que a torna diferente é que a empresa vendeu subsidiária que dava prejuízo, diminui a dívida, afastou o perigo de uma OPA para fechamento de capital e, principalmente, adquiriu a Indupa que se tornou uma ótima fonte de sinergias e receitas.
      Por isso, mesmo após esta subida, acredito que a ação não está sobrevalorizada .

      Abraço.

      Curtir

  2. Boa noite Kb! Sua carteira faz falta. Parabéns pelo ótimo trabalho. Gostaria que você comentasse sobre a FESA4. Eu tenho essa ação e já me deu muitas alegrias. Me preocupa a questão do Tag along. Pensei até em vender, mas quando fui olhar os balanços eu desisti de vender! A ideia de vender é puramente a preocupação com tag along. Você poderia comentar sobre, se vê risco nessa empresa em possível troca controlador no futuro? Acho que se não fosse essa questão essa empresa estaria em 50reais/ ação.

    Curtir

    1. Obrigado Ivan!

      Sobre a questão do tag along Ferbasa, no texto da entrevista que fizemos com o Gerente de RI da empresa perguntamos sobre isso.
      Ele nos respondeu que o controlador é uma instituição de educação beneficente que atende crianças no interior da Bahia. A instituição se sustenta com os dividendos de suas ações ordinárias e não tem nenhuma intenção de vender estas ações.
      Posso dizer que me pareceu bastante convincente a argumentação.
      Eu considero o risco de troca de controlador praticamente nulo.
      Abraço.

      Curtir

      1. Obrigado KB. Eu já ouvi falar nisso. Agora com sua resposta, acho que procede mesmo e o risco é baixo de troca de controlador. Gosto muito da empresa, principalmente pelas melhorias que vem sendo feitas. FESA4 como a UNIP6. Duas brilhantes sacadas sua. Não que as outras não foram, mas essas duas realmente excelentes. Hoje é fácil de ver, mas na época poucos enxergaram. Parabéns! Ainda não entendo uma ação que ando analisando os balanços e não decola. Custo a acreditar como o mercado não enxerga essa ação a tala de SAPR4. Com dividendos projetados acima de 8% com payout de 40% e com crescimento nos últimos 10 anos acima de 10% a.a., a ação está com P/L abaixo de 6!!!

        Curtir

        1. Eu não conheço as condições dos contratos da Sanepar com o governo, mas olhando exclusivamente para os números me parece uma ação bastante descontada.
          Às vezes o mercado demora muito para enxergar as oportunidades. Uma possível explicação para essa falta de empolgação é que os investidores entendem que este é um setor que não deve crescer muito nos próximos anos. Não é como o setor de saúde, por exemplo, em que todos aceitam pagar mais pelas ações porque esperam crescimento.
          Essa empresa me parece uma boa pagadora de dividendos com menor risco do que a média do mercado.

          Abraço.

          Curtir

    1. Oi Pedro,

      Não tenho nenhum blog pessoal com minha carteira.
      Quando eu fazia a divulgação da Carteira KB, algumas pessoas nos comentários ou por e-mail tratavam como recomendação de investimento. Talvez isso não aconteça em outros sites e, por isso, eles mantêm a divulgação. Eu prefiro não correr o risco.

      Quero utilizar o site para discutir ideias de investimentos e análise sobre as companhias e suas ações.
      Abraço.

      Curtir

  3. Cara, o pessoal aclama pela volta da carteira, kk. Vc não pode as recomendar mas pode divulga-la, pois utilizou os seus critérios pessoais. Há diversos blogs na área de finanças que fazem isso. Conheço vários que divulgam suas carteiras pessoais, ganham com publicidade e venda de ebooks e afins.

    Curtir

    1. É verdade Thiago,

      Vários blogs divulgam a carteira pessoal, mas eu não pretendo fazer isso por aqui.
      Quando eu fazia a divulgação da Carteira KB, algumas pessoas nos comentários ou por e-mail tratavam como recomendação de investimento. Em 2015, “O pequeno investidor” foi suspenso e depois extinto por decisão da CVM. Não pretendo ter o mesmo destino.

      Quero utilizar o site para discutir ideias de investimentos e pretendo escrever um e-book sobre seleção de ações.

      Abraço.

      Curtir

    1. Oi Renan,

      Eu acho praticamente impossível acertar previsões de curto prazo para os preços de ações. Quando tentei fazer, quase sempre errei.
      Em geral, quando uma ação sobe muito é normal alguma correção antes de retomar a força compradora e atingir novos patamares.

      Abraço.

      Curtir

  4. Tá aí uma empresa que fiquei olhando, olhando, olhando e ela se foi, rs. Aconteceu comigo com a PRIO e a CARD, mas estas me deram chance agora de entrar, kkk. Quem sabe a UNIP não dá. rs

    Curtido por 1 pessoa

  5. Salve KB!
    Como um dos órfãos da sua carteira, também estou bastante satisfeito com a valorização de UNIP6, que já está representando 1/3 do portfólio de ações. Comecei comprando ao ver os seus argumentos sobre a empresa, mas estudei o mercado de UNIP com mais atenção e aumentei a posição por convicção. Mas não posso deixar de lhe agradecer mais uma vez pelo trabalho com análise de ações, você tem muito talento e poderia pensar em explorá-lo comercialmente.

    Abraço do DM!

    Curtir

  6. Bom dia
    Também sou fã do site e da antiga carteira do KB que ainda mantenho. Você tem intenção de prestar assessoria de investimentos no futuro? Tenho certeza de que não faltaria candidatos afinal estamos órfãos nesse momento…rs.

    Curtir

    1. Oi Eduardo,

      Bom saber que você tem acompanhado o site.
      Não tenho essa intenção porque teria que deixar meu atual emprego e me dedicar exclusivamente a assessoria para valer a pena. Pelo menos por enquanto, não devo mudar.

      Abraço.

      Curtir

  7. KB Bom dia Gosto muito da explanação que a KB publica São assuntos variados do mercado e de empresas Obrigado por mais uma vez nos presentear sobre a empresa Unipar. Gratidão

    Gostaria de saber se minha carteira está bem distribuída Não é uma sugestão de compra mas se quiser publicar como exemplo fique a vontade Pode alterar o que foi descrito também e pode publicar meu nome se quiser

    Carteira de ações, FII’s e etc

    CARTEIRA

    AÇÃO YIELD P.INICIO P.ATUAL DATA DESEMPENHO FII YIELD P.INICIO P.ATUAL DATA DESEMPENHO

    SNSL3 R$ 26,30 VISC11 R$ 105,97

    SAPR11 R$ 53,00 HGLG11 R$ 137,76

    ANIM3 R$ 17,78 BRCR11 R$ 94,50

    IRBR3 R$ 48,76 HTMX11 R$ 133,00

    CVCB3 R$ 49,55 GGRC11 R$ 133,84

    ODPV3 R$ 13,98

    HAPV3 R$ 29,60

    RAIL3 R$ 13,66

    ITUB4 R$ 45,16

    BBAS3 R$ 32,69

    SNSL3 – Já comprou 8 empresas e tem 5% do mercado – administrador competente – teve prejuízo no trimestre devido a empresa que comprou ter dado lucro acima do previsto e no contrato vai pagar mais pela empresa – os lucros futuros já ficam com a empresa (comprar pelo menos 100) – comprar e segurar pelo menos 3 anos

    SAPR11 – Empresa que vai pagar +- 10% de Dividendo Yield e tem previsão de aumentos de caixa em contrato futuros – ter ao menos 100 e segurar por 3 anos

    ANIM3 – Administrador competente – foi efetuado grande investimento que deve render para o futuro – comprar pelo menos 100 – segurar por 3 anos

    IRBR3 – Empresa de resseguros e que vai pagar bom dividendos – bem administrada – comprar pelo menos 100 – segurar por 3 anos

    CVCB3 – Empresa de turismo e a mais bem administrada do setor – valor já subiu bastante mas deve manter o crescimento e rendimentos – comprar 100 – 3 anos

    ODPV3 – Empresa que vai pagar dividendos e tem boa perspectiva de crescimento – ter pelo menos 100 – 3 anos

    HAPV3 – Empresa fez o IPO a pouco tempo e deve ter crescimento no futuro – mais conhecida no nordeste – ter pelo menos 100 – 3 anos

    RAIL3 – Empresa fez investimento bilionário e continua fazendo – tem gatilho na renovação do contrato na malha SP – ter pelo menos 100 – 3 anos

    ITUB4 – O banco mais rentável do mundo – deve continuar crescendo e pagando div yield – ter pelo menos 100 – 3 anos

    BBAS3 – Banco que vem melhorando seu rendimento – valendo 0,95% do seu portfólio – tem muito a crescer mas é do governo – ter pelo menos 100 – 3 anos

    ALASKA BLACK – Fundo agressivo e que teve 62% de rendimento nos últimos 12 meses – ter uma pequena parcela nele

    Ter uma parcela no Tesouro SELIC

    Ter uma parcela para colchão de liquidez CDI ou fundo do seu banco para ser usado quando sua conta fica no vermelho

    Ter pelo menos uns 10% em FII’s da sua carteira – rende todo mês o aluguel apurado e distribuído por cotas

    Valores das ações e FII’s são da data de sexta feira dia 18 maio 2018

    Sds

    Clair Diniz

    Curtir

    1. Oi Clair,

      Vou tentar responder da melhor maneira, mas alguns ativos eu não tenho conhecimento suficiente para comentar.
      A composição de uma carteira é uma escolha bastante pessoal. Depende do nível de renda, do grau de estabilidade no emprego, da idade e expectativa de vida, da aversão ao risco, do nível de conhecimento em cada tipo de ativo, etc…
      Odontoprev e Hapvida estão no segmento de saúde que é negociada com prêmio por conta da expectativa de crescimento do setor. Não conheço o caso da Hapvida, mas goste de Odontoprev. Numa carteira com poucas ações, eu só teria uma.
      Sanepar é uma ação defensiva e boa pagadora de dividendos.
      Rumo é uma empresa que dá prejuízo sistematicamente. Dentre o leque de ações disponíveis na bolsa, eu prefiro me concentrar apenas nas que dão lucro.
      Entre os bancos, eu prefiro o Itaú por ter melhores margens e não depender do governo como o Banco do Brasil.
      Resseguros foi a última empresa a entrar na Carteira KB. Considero também uma ótima ação defensiva e boa pagadora de dividendos.
      Sobre CVC e Anima, fundos de ações e FIIs considero que sei muito pouco a respeito para emitir opinião.

      Outra coisa, acho que a princípio a ideia de manter três anos uma ação é boa, mas as condições podem mudar. Então vale a pena, pelo menos a cada trimestre reavaliar.

      Abraço.

      Curtir

  8. KB, estou bem tranquilo com o case, mesmo tendo ido pra 55% da carteira, com novos aportes dos dividendos e valorização de 7x. Existem poucos papeis em circulação, o Free float do site da bovespa engana, a maioria dos acionistas é holder, alguns fundos já reduziram a mão por conta de risco. Mas podemos ver algo semelhante a mglu em 16/17, eram poucos papeis pra qm qria entrar.

    Já imagino um LL entre 500 e 600 mi este ano. Para qm pegou na promoção até uns 15 reais, nem deve pensar em vender, imagine que pode-se ter um YoC de 30 a 40%aa com os dividendos por mais 5 anos no ciclo de alta das cmdts.

    Curtir

    1. Oi Munhoz,

      Acho que para muita gente que comprou Unipar no ano passado ou antes a ação já deve representar uma parcela importante da carteira.
      Concordo com você, com dólar e preço dos produtos que ela vende nas alturas o lucro ainda tende a subir.
      Mesmo depois de tanto aumento não dá para dizer que a ação está cara.

      Abraço.

      Curtir

      1. KB, vc não consegue uma entrevista com o RI da unip? Não sei se chegou a ver mas contrataram mais um pra equipe de RI. Os releases melhoraram, qm entrou em 16 lembra como eram nojentos. Acredito que ela está no caminho correto de melhoria na governança (ainda é o maior risco).
        Abç.

        Curtir

    1. Oi Inglês,

      Se você tem um pouco, também está surfando a onda de valorização. Acho que, depois dessa alta, muita gente tem a sensação de que deveria ter comprado mais.
      Com essa subida de preço, já está bem mais difícil mesmo de comprar um lote padrão.

      Abraço.

      Curtir

    1. Oi Ricardo,

      Comparando com seu par brasileiro mais próximo (Braskem), a Unipar ainda parece descontada: melhores margens, menores múltiplos de preço e menor dívida.
      Além disso, as sinergias com a compra da Indupa ainda nem foram totalmente captadas. Acho que nenhum investidor tem certeza sobre qual será o novo patamar de lucro quando as três plantas estiverem funcionando em sintonia.

      Abraço.

      Curtir

  9. Bom dia, KB !
    Cheguei no mercado recentemente , e estou ainda muito perdida, já li muita coisa, estou procurando assessoria mas nada que inspire confiança devido a falta de experiência e conhecimento.
    Um amigo do trabalho me indicou seu site e
    fiquei muito impactada pela sua assertividade, conhecimento, experiência, consistência na carteira , nos artigos etc.
    Infelizmente cheguei tarde , após você parar de publicar Carteira KB. Gostaria de um norte , uma indicação ao menos de onde começar estudar , ler …pra estancar a sangria , rsrs
    Abraços e parabéns pelo seu excelente trabalho.

    Curtir

    1. Obrigado Zarrava!

      Se eu estivesse começando a me preparar para investir, começaria com o livro do Jeremy Siegel
      Investindo em ações no longo prazo. Em inglês, Stocks for the long run.
      Um livro bem básico e fácil de ler é Warren Buffet e Análise de Balanços, de Marry Buffet e David Clark.
      Um que gosto muito do Peter Lynch é O Jeito de Peter Lynch Investir ou One Up On Wall Street.
      Um livro um pouco mais avançado que é considerado uma referência é O Investidor Inteligente, de Benjamin Graham.
      Acredito que esses livros te dão uma boa base para se tornar uma investidora fundamentalista.
      Fora isso, acho importante saber que no curto prazo os preços das ações são imprevisíveis, mas no longo prazo elas tendem a seguir os fundamentos.

      Abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s